Visão X Diabetes

Cuide de Sua Visão com uma Alimentação Saudável. A retinopatia diabética tem origem multifatorial, mas a presença de hiperglicemia crônica, ou seja, a glicemia alta por muito tempo é um fator essencial. Não existe relato de casos de retinopatia diabética em pacientes sem histórico de hiperglicemia crônica, confirmando a afirmação acima.

Para a prevenção da doença, recomenda-se ter um bom controle glicêmico e um rastreamento constante da complicação, neste caso, realizando o exame de fundo de olho, pelo menos uma vez por ano. Assim, terá a certeza de como está sua retina, lembrando que, quanto antes for feito o diagnóstico, melhores a chance de recuperação.

Atenção: é importante lembrar que a vista embaçada é um dos sintomas de hiperglicemia, mas isso não está necessariamente relacionado à retinopatia, ou seja, se a glicemia está alta você pode ter a vista embaçada pelo excesso de glicose no olho, mas isso não está relacionado a danos permanentes na visão.

A alimentação saudável é um dos mais importantes fatores de proteção contra a hiperglicemia. A ingestão de alguns alimentos e a exclusão de outros na dieta, como do açúcar, beneficia a prevenção de complicações futuras e, ainda, auxilia no tratamento da retinopatia, evitando a perda da visão.

 

Alimentação Saudável: Os benefícios que alguns alimentos no cuidado com a saúde dos olhos

1-Frutas e Oleaginosas reduzem a perda de visão em até 20%

Na Inglaterra, pesquisadores da Universidade de Liverpool, após pesquisas acreditam que a degeneração macular, doença associada ao envelhecimento pode ser reduzida em até 20% se houver melhoria na qualidade da dieta.

A associação da degeneração macular  com o envelhecimento resulta em uma perda gradual de visão em decorrência de falhas nas células da mácula (membrana sensível à luz), localizada no centro da retina.  Não existe, ainda, um tratamento que seja eficaz para a doença, portanto, a prevenção depende principalmente de uma alimentação saudável e balanceada.

As frutas, hortaliças e oleaginosas são fontes riquíssimas de vitaminas, minerais e outros nutrientes antioxidantes importantes ao bom funcionamento de todas as células do corpo, inclusive dos olhos, e também para a prevenção desta doença.

Outro fator de risco do desenvolvimento de doenças oculares é o excesso de peso e a obesidade, sendo a alimentação também importante no controle e na perda de peso.

2- Uva protege a visão

Segundo cientistas da Universidade de Fordham, nos Estados Unidos, os antioxidantes presentes na uva são mais eficientes que a luteína encontrada nos folhosos verdes.

Para realizar o estudo, eles dividiram um bando de roedores em 3 diferentes grupos: Um grupo recebeu uma dieta cheia de frutas, o outro rica em luteína e o terceiro foi o grupo controle.

A uva afastou o risco de degeneração macular relacionada à idade, uma das principais causas de cegueira no mundo, como também diminuiu o risco de retinopatia, pela melhora do controle glicêmico, devido às fibras presentes nas frutas.

Recomendação: Ao que tudo indica, o ideal é consumir frutas diariamente. Sendo a recomendação de 3 a 5 porções por dia, dividias em diferentes refeições.

Observação: Ainda não se sabe se o suco natural proporciona o mesmo efeito, já que durante o preparo, alguns nutrientes podem ser perdidos, relata a autora do trabalho. Podemos citar como exemplo a Vitamina C, presente em diversas frutas, ela é facilmente oxidada em contato com o ambiente, diminuindo o efeito oxidante da fruta.

3- Vitamina A

Na visão, um dos sintomas iniciais de deficiência da Vitamina A é a cegueira noturna ou a redução da capacidade de enxergar em ambientes mal iluminados. Se a deficiência for grave, o quadro pode evoluir para a cegueira parcial ou total.

A Vitamina A também está presente em diversos alimentos, como: Cenoura, pimentão, ovo, tomate, manga, abóbora moranga, carne de fígado, folhosos verde-escuros e leite.

A cenoura e outros alimentos de com alaranjada contém betacaroteno, que se transforma em vitamina A no intestino. É essencial para a formação vital do olho e para produção da púrpura visual, que atua na percepção de cores, formas, contraste e adaptação à luz ambiente: noite ou dia.

No entanto, a cenoura não é a principal fonte de betacaroteno, o leite contém mais dessa substância, devendo ser consumido nas porções recomendadas: 2 porções diárias.

4- Cenoura e Ômega 3

Comer cenoura faz bem para os olhos? SIM!  Aquele velho conselho de que “comer cenoura faz bem para os olhos”, pois é, está certo.

A ciência vem recolhendo mais evidências de que as vitaminas e os nutrientes antioxidantes presentes nas cenouras, frutas e vegetais vermelhos ou amarelos, óleos de peixe, podem ajudar a prevenir problemas de visão.

Recomendação: Para ter uma boa saúde dos olhos, cuidar da alimentação ajuda muito. Procure comer, no mínimo, 3 porções de cada: frutas e Hortaliças (verduras e legumes)e hidratar-se: bebendo muita água. Consuma também alimentos com vitaminas A e E, como a cenoura, e com ômega 3, como a linhaça e o óleo de peixe.

Para proteger a retina de lesões, é bom comer vegetais, como o milho e espinafres e gema de ovo, pois esses alimentos são ricos em luteína e zeaxantina, que estão presentes em elevadas quantidades na retina. Escondida nas folhas verdes, a luteína é conhecida como grande aliada da retina.

 

Como vimos há diversos alimentos amigos da saúde ocular que combatem problemas como o glaucoma, retinopatia e a degeneração macular.  A falta de certos nutrientes na alimentação pode afetar algumas funções do corpo, incluindo a capacidade de enxergar. E a presença de outras vitaminas e nutrientes são totalmente favoráveis a saúde dos olhos. A alimentação variada e balanceada é um ótimo caminho para prevenir doenças oftomológicas, mesmo quando forem consequências da Diabetes, pois além dos benefícios já citados este tipo de alimentação ajuda no controle glicêmico.

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. *Campos obrigatórios