Saiba como identificar problemas de visão em crianças

Muitas vezes o desempenho escolar da criança e do estudante pode estar associado a problemas de visão, por isso é necessário ficar atento a alguns sinais, confira:

  1. Olhos “apertados”

Muitas crianças têm problemas de alfabetização, não por falta de dedicação aos estudos ou desatenção às aulas. O fato é que, tanto na escola, como em casa, se esforçam para ler o que é passado pelo professor no quadro e mesmo o que está escrito nos livros. Uma dica é prestar atenção se a criança aperta os olhos durante a leitura. Esta atitude pode demonstrar que a criança, ao não enxergar adequadamente, está tentando melhorar seu foco de visão.

  1. Dificuldade com a leitura

Se a criança já é alfabetizada não tem porquê se perder na leitura de frases e textos. Se isto acontece com frequência, pode ser sinal de que algo não vai bem com a visão.

  1. Leitura com os dedos

A Síndrome do Olho Preguiçoso é um desvio ou desalinhamento de um olho, geralmente manifestada pela ambliopia ou estrabismo. Na ambliopia ocorre um problema de desenvolvimento da ligação do olho com o cérebro, fazendo com que o cérebro ignore as informações de um dos olhos. Nas crianças, a ambliopia pode ser descoberta ao perceber que ela acompanha letras e palavras – que parecem muito próximas – com a ajuda dos dedos.

  1. Lacrimejamento e coceira

Crianças que não fecham totalmente os olhos quando dormem tendem a lacrimejar muito durante o dia, fato que atrapalha a visão, inclusive, prejudicando o relacionamento com os colegas de sala de aula. Coçar os olhos, por sua vez, é um sinal comum de cansaço ocular e deve, portanto, ser investigado.

  1. Cabeça baixa

Andar de cabeça baixa pode, naturalmente, caracterizar um comportamento mais tímido ou introvertido da criança. Mas pode, também, esconder que a criança sofre de estrabismo ou algum desequilíbrio no músculo ocular. Andar de cabeça baixa, então, traz um pouco mais de segurança, fazendo com que a criança se previna de esbarrar em objetos ou mesmo cair.

  1. Dor de cabeça

Dor de cabeça pode ser sinal de que algo não está correto com a visão da criança. Se a criança reclama, com frequência, em sala de aula que está com dor de cabeça ou mesmo quando faz suas tarefas em casa, é importante investigar se o problema não está relacionado ao esforço excessivo para enxergar o que está escrito.

  1. Proximidade

Fique atento se a criança insiste em sentar muito próxima às telas de TV ou, ainda, aproximar-se muito de telas de games de bolso ou qualquer material de leitura – revistinhas, livros, cadernos. Este comportamento pode ser um claro sinal de miopia – dificuldade em enxergar objetos que estão longe.

  1. Olho “tampado”

É interessante – e requer cuidados – quando a criança tampa um dos olhos com a mão para poder enxergar melhor. A criança, muitas vezes, nem percebe que faz isto, sendo este comportamento comum em sala de aula – principalmente para enxergar o que está escrito no quadro – e até mesmo nas horas de lazer em casa ao assistir TV ou ler algum texto.

  1. Prática de esportes

Muitas crianças evitam a prática de esportes apenas porque não gostam ou estão com preguiça. Outras crianças, no entanto, têm vontade de participar das atividades esportivas, mas se retraem, por exemplo, por não enxergarem a bola claramente. O professor de educação física pode ser, nestes casos, um forte aliado para perceber o comportamento da criança, alertando os pais da situação.

  1. Sensibilidade à luz

É normal que tenhamos certa sensibilidade à luz e em algumas situações específicas, mas se a criança demonstra um incômodo exagerado em ambientes iluminados ou sob o sol, pode ser sinal de exotropia – um tipo de estrabismo.

“Ao persistirem os sintomas, procure orientação médica.”

 

Fonte: blogbrlentes.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. *Campos obrigatórios